CATEGORIAS

– Livros
ALTMAN, Rick. (Org.). Genre: The Musical. London: Routledge & Kegan Paul, 1981.

______________. The American Film Musical. Bloomington: Indiana University Press, 1987.

BARRIOS, Richard. A Song in the Dark: The Birth of the Musical Film. Nova Iorque: Oxford University Press, 1995.

COHAN, Steven. (ed.) Hollywood Musicals, The Film Reader. Nova Iorque: Routledge, 2002.

CREEKMUR, Corey. The international film musical. Edinburgh University Press, 2012.

DUNNE, Michael. American Film Musical: Themes and Forms. Jefferson: McFarland, 2004.

FEUER, Jane. The Hollywood Musical. Indiana: Indiana University Press, 1993.

GRANT, Barry Keith. The Hollywood Film Musical. West Sussex. Willey-Blackwell, 2012.

HERZOG, Amy. Dreams of Difference, Songs of the Same: The Musical Moment in Film. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2010.

HISCHAC, Thomas S. The Oxford Companion to the American Musical: Theatre, Film, and Television.

Nova Iorque: Oxford University Press, 2008.

MARSHALL, Bill e STILWELL, Robynn. Musicals: Hollywood and Beyond. Oregon: Intellect Books, 2000.

MORDDEN, Ethan. The Hollywood Musical. New York: St.Martin’s Press, 1981.

MUIR, John K. Singing a New Tune: The Rebirth of the Modern Film Musical from Evita to De-Lovely and Beyond. Nova Iorque: Applause, 2005.

FLINN, Carol. Strains of Utopia: Gender, Nostalgia, and Hollywood Film Music. New Jersey: Princeton University, 1992.

– Artigos (em português)

BONA, Rafael; ESPINOZA, Helia; BUGNOTTO, Nicole. The Beatles e Cinema: Intertextualidade no filme Across the Universe. In:Linguagens – Revista de Letras, Artes e Comunicação, v. 6, n. 1, p. 69-81, Blumenau, 2012. Disponível em: ACESSE AQUI

CARDOSO, Ciro. Apontamentos iniciais para a semiótica de um gênero: o filme musical. In: Revista Esboços, v. 19, n. 27, p. 32-54, Florianópolis, 2012.

– Teses e Dissertações (em português)

MARTUCCI, Maurício. Dialogismo e tradução intersemiótica em Pink Floyd The Wall: Luto e Melancolia na Inglaterra do Pós-Guerra. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), 2011.

REIS, Guilherme. Sweeney Todd: O lado down do gênero musical no cinema.In: Cambiassu – Revista Científica do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), v. 2, n. 5, 2009.

SOUZA, Christine. O show deve continuar: o gênero musical no cinema. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), 2005.

– Livros

AUGUSTO, Sérgio. Este mundo é um pandeiro: a chanchada de Getúlio a JK. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

DIAS, Rosângela de Oliveira. Chanchada – Cinema e imaginário das classes populares na década de 50. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1993.

FERREIRA, Suzana C. S.. Cinema Carioca nos Anos 30 e 40: Os filmes musicais nas telas da cidade. Belo Horizonte: PPGH-UFMG, 2003.

PIPER, Rudolf. Filmusical brasileiro e chanchada. Rio de Janeiro: Global, 1977.

– Artigos

CATANI, Afrânio Mendes; SOUZA, José Inácio de Melo. A chanchada no cinema brasileiro.Revista Leitura, São Paulo, n.108, maio de 1991, p.4-5.

CIOCCI, Sandra. O uso da canção na trilha musical da comédia popular da Companhia Atlântida Cinematográfica – 1942/1962. In: Revista Brasileira de Estudos da Canção, v. 1, n. 1, Natal, 2012.

FREIRE, Rafael de Luna. Descascando o abacaxi carnavalesco da chanchada: a invenção de um gênero cinematográfico nacional.Contracampo, 2011.

SHAW, Lisa. A música popular, a chanchada e a identidade nacional na era de Vargas (1930-1945). In:Estudos de cinema: Socine II e III. São Paulo: Annablume, 2000.

VIEIRA, João Luiz. O corpo popular, a chanchada revisitada, ou a comédia carioca por excelência, In:Acervo, revista do Arquivo Nacional, v. 16, n. 1 (jan/jun 2003). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2003. p. 45-62

_______________. Este é meu, é seu, é nosso – Introdução à paródia no cinema brasileiro. Filme Cultura, Rio de Janeiro, V. XVI, n.41-42, maio 1983.

________________. Música, dança e performance: o corpo em movimento. In:O som no cinema. Rio de Janeiro: Caixa Econômica Federal, 2008.

– Teses e Dissertações (em português)

MACARIO, Leonardo Cortes. A música de carnaval nas chanchadas: o cinema na era do rádio. Monografia de conclusão do curso de Comunicação Social – Habilitação em cinema. Orientador: João Luiz Vieira. Niterói: IACS – UFF, 1995.

________________________. Carnaval Atlântida: o manifesto musical da chanchada carnavalesca. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 1999.

BASTOS, Mônica. Tristezas não pagam dívidas: um estudo sobre a Atlântida cinematográfica SA. Dissertação (Mestrado). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP),1997.

– Artigos

CARVALHO, Márcia. Escutas da memória: história da música e retrato do músico no documentário musical brasileiro, AsAECA 2012.

_______________. A MPB nas trilhas do cinema brasileiro contemporâneo, Revista Faro, n.15, 2012.

CRUZ, G.A. Biografia e Memória: os documentários biográficos como âncoras temporais, Doc On-line, n.09, 186-204, 2010.

DINTRANS, L.V. Los filmes musicales extranjeros y su influencia en la creación de identidades en el cine y en los espectadores chilenos 1930-1950, Revista Faro, vol.1, n.16, 2012.

Doc On-line, Documentário e música, n. 12, agosto de 2012. Disponível em: ACESSE AQUI

GALLUCCI, N.M.L. Documental Argentino Contémporaneo: la identidade cultural a través de las imagénes del tango, 3º. Simpósio Internacional de Cultura e Comunicação na América Latina, São Paulo, 2010.

GUIMARÃES, V. L., SANTOS, V. S. M. “Eu sou assim” – Samba e Rio de Janeiro no documentário “Paulinho da Viola. Meu tempo é hoje”, ANPUH – XXV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA – Fortaleza, 2009.

Images Documentaires (Filmer la musique), n.78-79, 2013. Disponível em: ACESSEI AQUI

PAGET, D., ROSCOE, J. Giving voice: performance and authenticity in the documentary musical,Jump cut, 48, 2006.

PINTO, J.A.R.de C. Polifonias do documentário: linguagens sonoras e plasticidades documentais (1930-1940), Doc On-line, n.02, Julho 2007, www.doc.ubi.pt, pp. 151-153.

QUINTANA, R.G. Say it with music: biografías fílmicas musicales de artistas Norteamericanos, Actas del Segundo Congreso Internacional de Historia y Cine (2, 2010, Madrid)[cd-rom]. Gloria Camarero (ed.). Madrid: T&B editores, 2011, pp. 368-384.

SOUZA, G. Culturas urbanas periféricas no documentário Brasileiro: funk, hip-hop e samba, Trabalho apresentado no II ENECULT – Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado de 03 a 05 de maio de 2006, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil.

 

– Teses e Dissertações

ALMEIDA, G.M.R. O cinema punk: um estudo sobre documentários de rock e estratégias de produção de efeitos do filme O lixo e a fúria, Dissertação de mestrado. Salvador:Póscom (Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas) 2009.

CRUZ, G.A.A construção biográfica no documentário cinematográfico: uma análise de Nelson Freire, Vinicius e Cartola Música para os olhos, Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Artes da UFMG, 2011.

– Livros

CAMERON, Ken. Sound and the documentary film. London: Sir Isaac Pitman & Sons, 1947.
COHEN, T.F. Playing to the Camera: musicians and musical performance in documentary cinema, Columbia University Press, 2012.
CORNER, John. Sounds real: music and documentary. In: ROSENTHAL, A.e CORNER, J. New Challenges for Documentary (2.ed.), Manchester: Manchester University Press, 2005, p. 242-252.

EDGAR, R et al. The Music Documentary: acid rock to electropop, Routledge, 2013.
GOODE, I. (2010) Television documentary, pop stardom and auto/biographical narratives. In: Inglis, I. (ed.) Popular Music and Television in Britain. Ashgate popular and folk music series. Ashgate, Farnham, UK, pp. 27-40, 2011.

HADDU, M., PAGE, J. Visual synergies in fiction and documentary film from Latin America, New York: Palgrave MacMillan, 2009.

– Artigos
HEISE, T.S.  Sounds from Brazil: brasilidade and the rise of the music documentary. In: Shaw, L., Stone, R. and Biddle, I.D.(eds.) Screening Songs in Hispanic and Lusophone Cinema. Manchester:Manchester University Press, 2012.

– Livros

AMANCIO, Tunico. O Brasil dos gringos: imagens no cinema. Niterói: Intertexto, 2000.

BERNARDET, Jean-Claude. Brasil em tempo de cinema. 3.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

____________, Jean-Claude. Cinema brasileiro – Propostas para uma história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

____________, Jean-Claude. Historiografia clássica do cinema brasileiro – Metodologia e pedagogia. São Paulo: Annablume, 1995.
____________, Jean-Claude, GALVÃO, Maria Rita. O nacional e o popular. São Paulo: Brasiliense. 1983.
BURTON, Julianne. Cine y cambio social em América Latina. Imágenes de um continente. México: Diana, 1991.

________; SAN MARTIN, Patricia Torres; MIGUEL, Ángel. Horizontes del segundo siclo: investigación y pedagogia del cine mexicano, latino-americano y chicano. México: Universidad de Guadajara e Instituo Mexicano de Cinematografía (IMCINE), 1998.

BUTCHER, Pedro. Cinema brasileiro hoje. São Paulo: Publifolha, 2005.

CAETANO, Daniel (org). Cinema brasileiro 1995-2005 – Ensaios sobre uma década. Rio de Janeiro: Azougue, 2005.

CAETANO, Maria do Rosário (org). Cangaço – O Nordestern no cinema brasileiro. Brasília: Avathar, 2005.

CALIL, Carlos Augusto. Introdução à história do cinema brasileiro – Módulo 1 – das origens aos anos 50. Anais. São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2002.

CARVALHO, Márcia. A música no cinema brasileiro. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, 2010.

__________. Breve panorama da canção no cinema brasileiro. In: 5º Encontro de Música e Mídia: E(st)éticas do Som. Anais. Universidade de São Paulo (USP), 2009.

CARVALHO, Maria do Socorro. Cinema Novo brasileiro. In: MASCARELLO, Fernando (org). História do cinema mundial. Campinas: Papirus, 2006. p.289-309.

COSTA, Flávio Moreira da (org). Cinema moderno, Cinema Novo. Rio de Janeiro: José Álvaro, 1966.

COSTA, Fernando Morais da. O som no cinema brasileiro. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008.

COSTA, Luiz Cláudio da.Cinema brasileiro (anos 60-70) – Dissimetria, oscilação e simulacro. Rio de Janeiro: 7Letras, 2000

COSTA, João Bénard da (org). Cinema brasileiro. Lisboa: Cinemateca Portuguesa / Fundação Calouste Gulbenkian, 1987.

GALVÃO, Maria Rita. Burguesia e Cinema: o Caso Vera Cruz.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1981.

GERBER, Raquel. O cinema brasileiro e o processo político e cultural (de 1950 a 1978). Rio de Janeiro: Embrafilme, 1982.

GETINO, Octavio. Introduccíon al espacio audiovisual latino-americano. Buenos Aires: Instituto Nacional de Cinematografía, 1990.

_______, Cine Iberoamericano: los desafios del nuevo siglo. Costa Rica: Editorial Veritas, La Habana: Fundación, del Nuevo Cine Latinoamericano, 2006.
GOMES, Paulo Emílio Salles. Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.
GONÇALVES, Mauricio R. Cinema e Identidade Nacional no Brasil: 1898 – 1969. São Paulo: LCTE Editora. 2011.
GONZAGA, Adhemar; GOMES, Paulo Emílio Salles. 70 anos de cinema brasileiro. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1966.
JOHNSON, Randal; STAM, Robert (org). Brazilian cinema. Austin: University of Austin, 1982.
Gonzaga, Alice. 50 anos de Cinédia. Rio de Janeiro: Record, 1987.

GUERRINI, Irineu, Jr. A música no cinema brasileiro dos anos sessenta: inovação e diálogo. Tese (Doutorado em Comunicação) – USP, São Paulo, 2002.
LABAKI, Amir (Org.). Cinema brasileiro. São Paulo: Publifolha, 1998.
MIRANDA, Luiz Felipe, RAMOS, Fernão, (org.). Enciclopédia do cinema brasileiro. São Paulo: Senac, 2000.

NAGIB, Lúcia. A utopia no cinema brasileiro – Matrizes, nostalgia, distopias. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

NAGIB, Lúcia (org). O cinema da retomada – Depoimentos de 90 cineastas dos anos 90. São Paulo: Editora 34, 2002.

Noronha, Jurandyr. No tempo da manivela.Rio de Janeiro: Embrafilme, Ebal, 1984.
ORICCHIO, Luiz Zanin. Cinema de novo – Um balanço crítico da retomada. São Paulo: Estação Liberdade, 2003.

PARANAGUÁ, Paulo Antônio. Le cinéma brésilien. Paris: Centre Georges Pompidou, 1987.
PUCCI Jr., Renato Luiz. Cinema Brasileiro Pós-Moderno: o Neon Realismo. Porto Alegre: Editora Saulina. 2008.
PUPPO, Eugênio; HADDAD, Vera (org). Cinema Marginal brasileiro e suas fronteiras – Filmes produzidos nos anos 60 e 70. São Paulo, Centro Cultural Banco do Brasil, 2001.

RAMOS, Fernão (org). História do cinema brasileiro. São Paulo: Círculo do Livro, 1987. (2.ed. São Paulo, Art / Secretaria de Estado da Cultura, 1990.)
_________________. Cinema Marginal (1968/1973) – A representação em seu limite. São Paulo: Brasiliense / Embrafilme, 1987.

RAMOS, José Mário Ortiz. A questão do gênero no cinema brasileiro. Revista da USP, São Paulo, n.19, set-nov 1993.

ROCHA, Glauber. Revisão Crítica do Cinema Brasileiro. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1963.
_______________. Revolução do Cinema Novo. Rio de Janeiro: Alhambra / Embrafilme, 1980. (2.ed.ampl. São Paulo, Cosac & Naify, 2004.)
RODRIGUES, João Carlos. O Negro Brasileiro e o Cinema. Rio de Janeiro: Globo. 1988.

VIANY, Alex. O processo do Cinema Novo. Rio de Janeiro: Aeroplano, 1999.
SALEM, Helena et alli. Cinema Brasileiro: Um Balanço da Retomada do Cinema Nacional.Brasília: Catálogo publicado pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura. 1999.
SILVA NETO, Antônio Leão da. Dicionário de filmes brasileiros – Longa-metragem. São Paulo: Ed. do Autor, 2002.

TINHORÃO, José Ramos. Música popular: teatro e cinema. Petrópolis: Vozes, 1972.
VIANY, Alex. Introdução ao Cinema Brasileiro.Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro/ Ministério da Educação e Cultura, 1959.

WASSERMAN, Renata. Exotic Nations: Literature and Cultural Identity in The United States and Brazil, 1830-1930. Cornell University Press. 1994.
___________. Notas sobre o som e a música no cinema brasileiro. Cinemais: Revista de cinema e outras questões audiovisuais, Rio de Janeiro: n.31, p.53-64, 2001.

XAVIER, Ismail. Alegorias do subdesenvolvimento. São Paulo: Brasiliense, 1993.

_____________. O cinema brasileiro moderno. São Paulo: Paz e Terra, 2001. (2.ed. São Paulo, Paz e Terra, 2004).
_____________. Sertão mar – Glauber Rocha e a estética da fome. São Paulo: Brasiliense, 1983.
XAVIER, Ismail. O olhar e a cena – Melodrama, Hollywood, Cinema Novo, Nelson Rodrigues. São Paulo: Cosac & Naif, 2003.

 

– Teses e dissertações (em Português)

MAIA, Guilherme de Jesus. A música extradiegética no cinema comercial brasileiro contemporâneo: um estudo sobre as funções da música nos filmes brasileiros indicados ao Oscar nos anos 90. Dissertação (Mestrado em Musicologia) – UNIRIO, Rio de Janeiro, 2002.

– Livros

AGRAMONTE, Arturo. Cronología del cine cubano. Havana: Ediciones I [nstituto] C [ubano del] A [rte e] I [ndustria] C [inematográficos], 1966.

ALDAMA, Frederick Luis. Mex-Ciné: Mexican Filmmaking, Production, and Consumption in the Twenty-first Century. Michigan: University of Michigan Press, 2013.

ALVAREZ, José Carlos. Breve historia del cine uruguayo. Montevidéu: Cinemateca uruguaya, 1957.

AVIÑA, Rafael. Una mirada insólita: temas y géneros del cine mexiacno. Cineteca Nacional, 2004.

AYALA BLANCO, Jorge. La aventura del cine mexicano. México: Era, 1968.

AYALA BLANCO, Jorge. La grandeza del cine mexicano. México: Oceano De Mexico, 2004.

AYALA BLANCO, Jorge. La herética del cine mexicano. México: Oceano De Mexico, 2006.

CAROPRESO PONCE, Luis. Breve historia del cine nacional (1906-1964).Mimeograph. Cúa, Venezuela: Concejo Municipal del Distrito Urdaneta, 1964.

CHANNAN, Michael. Twenty Five Years of the New Latin American Cinema. London: Channel Four Television, 1983.

CORSEUIL, Anelise Reich. A América Latina no cinema contemporâneo. Florianópolis: Editora Insular, 2012.

CUARTEROLO, Andrea. Civilizacion y Barbarie: En El Cine Argentino y Latinoamericano. Buenos Aires: Editorial Biblos, 2005.

DE LOS REYES, Aurelio. Los orígenes del cine en México. Fondo de Cultura Económica, 1984.
________________, Aurelio. Medio Siclo de Cine Mexicano: 1896 – 1947. Mexico: Trillas. 1987.

DI NÚBILA, Domingo. Historia del cine argentino. Edición Cruz de Malta; distribudores: Editorial Schapire, 1960.

ELENA, Alberto and LOPEZ, Maria Díaz. The Cinema of Latin America. London: Wallflowers Press, 2003. 

ELENA, Alberto and LOPEZ, Maria Díaz. Tierra en trance: el cine latinoamèricano en 100 películas. Madrid: Alainza Editorial, 1999.

GALINDO, Alejandro. Verdade y Mentira del Cine Mexicano. México: Katun. 1981

GARCÍA, Gustavo; CORIA, José Felipe. Nuevo Cine Mexicano. México, Clío, 1997.

GARCÍA, Gustavo; MACIEL, David. El cine mexicano através de la crítica. Universidad Nacional Autonoma, 2001.

GARCIA, RIERA, Emilio. Cara a cara com el cine mexicano. Revista de cine y médios de comunicación, Panamá, n 2, 1982. Entrevista com Emilio García Riera, por Fernando Martínez.

HART, Stephen. A Companion to Latin American Film. Surffolk: Boydell & Brewer, 2004.

HENNEBELLE, Guy; DAGRÓN, Alfonso Gumucio. Les cinémas de l’Amérique latine. CinemAction, 1981.

IZAGUIRRE, Rodolfo. El cine en Venezuela. Oficina Central de Información, 1967.

KING, John. Magical Reels: A History of Cinema in Latin America. New York: Verso, 2000.

MARTIN, Michael. New Latin American Cinema. Detroit: Wayne State University Press, 1997.

MAHIEU, José Augustín. Panorama del cine ibero-americano. Madrid: Ediciones de Cultura Hispánica, 1990.

________. MAHIEU, José Agustín. Breve historia del cine argentino. EUDEBA, Buenos Aires, 1966.
MELEIRO, Alessandra. América Latina – Vol. II – Col. Cinema no Mundo: Indústria , Política e Mercado. São Paulo: Escrituras Editora, 2007.

OROZ, Silvia.. Melodrama: el cine de lágrimas de América Latina. UNAM, Dir. General de Actividades Cinematográficas, 1995.

OSSA COO, Carlos. Historia del cine chileno. Santiago de Chile: Quimantú, 1971.

PANDO, Hernando Martinez. Historia del cine colombiano. Bgotá: América Latina, 1978.

PARANAGUÁ, Paulo Antonio. O cinema na América Latina: longe de Deus e perto de Hollywood. Porto Alegre: LP&M, 1985.

_____________. Paulo Antônio. Brésil. In: HENEBELLE, Guy; GUMUCIO-DAGRON, Alfonso (org). Les cinemas de l’Amérique Latine. Paris: Lherminier, p.92-189, 1981.

_____________. Paulo Antonio. América Latina busca su imagen. Historia general del cine v. 10, p. 272. Madrid: 1996.

_____________. Paulo Antonio. Tradición y modernidad en el cine de América Latina. Madrid: Fondo de Cultura Económica de España, 2003.

______________. Cine documental en América latina. Madrid: Cátedra, 2003.

SHAW, Debora. Contemporary Cinema of Latin America: Ten Key Films. London: Bloomsbury, 2003.

SHAW, Debora. Contemporary latin american cinema: Breaking into the global Market. Maryland: Rowman & Littlefield, 2007.

TAIBO I, Paco Ignácio. El Indio Fernandez, el Cine por mis Pistolas. México: Joaquim Mortiz/ Planeta. 1986.

VILLACRES MOSCOSO, Jorge. Historia del cine ecuatoriano. Guayaquil: Instituto de la Cinemateca Ecuatoriana, 1973.

VIÑAS, Moises. História del Cine Mexicano. México: UNAM/UNESCO. 1987