SEMANA MAHOMED BAMBA DE COMUNICAÇÃO

A Semana Mahomed Bamba de Comunicação aconteceu entre os dias 31 de novembro de 2 de dezembro de 2016, no Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA. A SMBC propôs uma série de atividades em homenagem ao professor Mahomed Bamba, membro do LAF e professor da Universidade Federal da Bahia, falecido em 2015. O evento contou com mesas redondas, conferências e mostra de filmes, e também acolheu em sua programação o I Seminário do LAF, que reuniu mesas temáticas com apresentação dos trabalhos atualmente em andamento pelos membros do grupo de pesquisa. O Seminário contou com a conferência de abertura do professor Lauro Zavala, que trouxe ao público um panorama dos estudos de cinema no México.

Seminário Perspectivas sobre o Espaço Urbano: o imaginário, o concreto e seus saberes (27 e 28/08/2013) – LAF e ICBA/Goethe Institut

Para além de uma mera aglomeração de pessoas e edifícios, a cidade tem uma carga conceitual e imagética que tem inspirado as mais diversas artes, como são os casos do cinema e da literatura. De fato, uma cidade é, para além do espaço físico como o vemos imediatamente, um mosaico de imagens, as quais devem ser observadas e desvendadas sob as mais diferentes perspectivas.

Seja por meio da recordação de habitantes e dos documentos que testemunham suas transformações, seja pelo retrato contemporâneo, o qual pode ser tirado de diversas posições diferentes, o fato é que cada perspectiva – de cada forma artística e área do saber – descobre inevitavelmente nuanças diversas e complementares sobre o espaço urbano. Debruçar-se sobre a cidade e sobre o espaço urbano é colocar frente a frente a imaginação e a realidade concreta.

O seminário Perspectivas sobre o Espaço Urbano: o imaginário, o concreto e seus saberes teve a intenção de discutir a cidade sob a perspectiva das artes e da discussão filosófica, literária, científica, entre outras, de acordo com a participação de especialistas em diversas áreas relacionadas. Pretendeu-se empreender uma discussão variada, colocando em foco aspectos variados da cidade.

O seminário foi acompanhado por uma mostra de filmes “Representações do Espaço Urbano no cinema”.


I Seminário de Estudos sobre o Espaço Biográfico: desafios da bioficção (20 a 22/11/2013)

Vivemos hoje um verdadeiro boom de produções artístico-culturais que promovem um retorno ao sujeito, o que leva alguns teóricos a afirmar que as Ciências Humanas e as Artes em geral estariam passando por uma guinada subjetiva, a partir da segunda metade da década de 1980. A noção de espaço biográfico busca agregar os discursos que articulam as várias formas de construção dos relatos de vida, contemplando os processos de hibridização que, contemporaneamente, tornam inócuas as tradicionais classificações dos gêneros e linguagens artísticas. O conceito mostra-se produtivo para incorporar um vasto repertório de formas narrativas de caráter memorialístico que já têm uma longa história – como a autobiografia e a biografia, os diários e as cartas -, mas assume também uma plasticidade que lhe possibilita agregar outras, decorrentes do desenvolvimento das novas tecnologias e meios de comunicação, como os blogs, as cinebiografias, as fotobiografias, os docudramas televisivos, as entrevistas, os reality shows, etc.

Buscando atender a essa nova configuração, o Seminário de Estudos sobre o Espaço Biográfico, promovido em parceria do Programa de Pós-graduação em Literatura e Cultura (PPGLitCult) com o Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (PÓSCOM) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), privilegiou, portanto, uma perspectiva interdisciplinar, contando para isso com a participação de especialistas no estudo de diferentes linguagens artísticas, tais como a literatura, o cinema, o teatro, a música, as artes plásticas, a dança, etc. Ao escolher os desafios da bioficção como tema de sua primeira edição, o evento procurou contemplar, igualmente, uma percepção segundo a qual as produções contemporâneas, longe de significarem um retorno às estratégias narrativas tradicionais dos relatos de vida, o fazem em uma perspectiva diferencial, borrando sistematicamente as fronteiras entre os discursos biográficos e ficcionais. O evento se organizou a partir dos seguintes eixos temáticos:

  • A construção do eu na sociedade do espetáculo;
  • A bioficção, a performance e os processos de subjetivação;
  • As interfaces entre o público e o privado nas narrativas de si;
  • O homem comum e seus relatos de vida;
  • O Narcisismo X a desconstrução do sujeito nas narrativas do espaço biográfico;
  • Perspectivas teórico-metodológicas sobre os estudos biográficos.

Veja mais aqui

Seminário Internacional Cultura e Conflito (7 e 8/11/2012) – LAF e ICBA/Goethe Institut

Teve por objetivo iniciar uma reflexão sobre a relação existente entre cultura e conflito no mundo contemporâneo. A abordagem foi multidisciplinar, pois essas questões tão importantes na atualidade perpassam diversos pontos de vista, assim não somente a representação do conflito em obras cinematográficas foi abordada em diversos contextos como também foi dada ênfase a outros campos de estudo, em suas perspectivas históricas, comunicacionais, psicológicas, econômicas, entre outras. O seminário, que fez parte da programação do projeto Seminário Online de Cinema, centrou a questão do conflito em três eixos temáticos: bélico, diaspórico e social.


I Seminário Internacional Ouvir o documentário – LAF e UFRB

O Seminário Internacional Ouvir o documentário: música, vozes e ruídos teve como objetivo principal contribuir para a pesquisa e para a reflexão acerca de questões comunicacionais, técnicas e estéticas relativas aos aspectos sonoros dos documentários. Ao privilegiar a análise de tais elementos, visou, igualmente, suprir uma lacuna importante da produção acadêmica recente sobre os documentários, que notadamente tem privilegiado a análise de seus elementos visuais.

Idealizado em parceria entre a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), o seminário buscou intensificar o trânsito interdisciplinar e interinstitucional entre as Universidades, contribuindo para as estratégias de descentralização da produção e reflexão acadêmica, ao propor a realização das atividades do encontro nas cidades de Cachoeira e de Salvador, respectivamente no Centro de Artes, Humanidades e Letras (UFRB) e na Faculdade de Comunicação (UFBA). Simultaneamente, o evento objetivou o intercâmbio entre pesquisadores de outras instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais que se dedicam ao estudo da temática, atuando, assim, para a ampliação do campo do conhecimento sobre aspectos sonoros dos produtos audiovisuais.

A proposta do Seminário Internacional Ouvir o documentário: música, vozes e ruídos foi vinculada a um contexto de diálogos multidisciplinares, em que a imbricação entre as áreas de cinema, televisão e música se constituiu enquanto objeto de reflexão.

Veja mais aqui

Seminário Internacional Clima, Cultura e Meio-Ambiente – LAF e ICBA/Goethe Institut

O seminário teve como objetivo reunir pesquisadores que se dedicam seja aos fenômenos ecológicos, mais precisamente àqueles relacionados à mudança climática, seja ao cinema como local de representação e reflexão dos mesmos fenômenos.

O seminário contou com comunicações e debates a respeito de temas como:

  • sustentabilidade ecológica e educação ambiental;
  • construção de narrativas cinematográficas documentais e ficcionais e o papel de gêneros fílmicos ligados à sensibilização sobre os problemas ambientais;
  • conscientização e ações práticas referentes à crise ambiental;
  • efeitos e desafios dos fenômenos climáticos na área de saúde;
  • aspectos da perspectiva indígena a respeito de questões ambientais;
  • discursos e práxis sobre o clima e o meio-ambiente.