SOCINE 2017 | 5 a 31 de março

Chamada de Trabalhos

SOCINE 2017

XXI ENCONTRO SOCINE – O ESTADO DA CRÍTICA 
17 A 20 DE OUTUBRO DE 2017
UFPB – João Pessoa, PB

Estão abertas as inscrições para o XXI Encontro da SOCINE, que será realizado na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. O tema do Encontro será O estado da crítica. 

Para além da reflexão estética, a crítica cinematográfica, em diversos países, protagonizou a construção de um modelo curatorial que se confunde com o próprio esforço para a preservação da memória da produção do audiovisual. No caso brasileiro, a atuação de Paulo Emílio Salles Gomes e de Francisco Luís de Almeida Salles na imprensa paulista ocorre em paralelo ao esforço de ambos para a constituição da Cinemateca Brasileira, instituição fundamental para o desenvolvimento de pesquisas e estudos de filmes, diretores e ciclos regionais.

No Rio de Janeiro, a figura influente de Antonio Moniz Vianna está presente na implantação da Cinemateca do MAM. Graças ao seu esforço curatorial, a geração que faria o Cinema Novo teve acesso a clássicos do cinema internacional nas retrospectivas dos cinemas americano, francês e italiano. Moniz Vianna ainda se fez presente na formulação do INC, gênese da Embrafilme, e também no Festival Internacional do Filme, evento de grande repercussão na segunda metade dos anos 1960.

Inspirado no modelo paulista de institucionalização da produção cinematográfica, Linduarte Noronha conseguiu implantar na Universidade Federal da Paraíba o Serviço do Cinema Universitário, projeto abortado pelo Golpe de 1964. O seu papel como crítico e como realizador, dirigindo o clássico Aruanda, ajudou a reconfigurar o papel que o Nordeste – seja como paisagem para os filmes, seja como matriz de realizadores socialmente engajados – teve no panorama do cinema brasileiro.

Esse trânsito inconteste entre a crítica e a realização, produzindo inclusive a síntese de crítico-realizador (os exemplos são inúmeros na história do cinema), representa um movimento crucial de investigação para os estudos de cinema e audiovisual. Pensar, portanto, na atividade crítica como impulsionadora de movimentos curatoriais e institucionais que fomentam a produção audiovisual e a sua reflexão é um desafio de grande relevância, sobretudo em tempos de obscurantismo político, quando o esforço crítico é fundamental para vislumbrar novos horizontes estéticos e culturais.

Com isso em mente, o XXI Encontro da SOCINE convida a apresentação de trabalhos que envolvam, mas não se limitem a, os seguintes temas: Como pensar o estado da crítica cinematográfica, na conjunção das crises políticas, econômicas e estéticas da contemporaneidade? Qual a influência, para a formação acadêmica brasileira, do crítico cinematográfico na intersecção entre o jornalismo e a universidade? Como crítica e curadoria se coadunam em estratégias de preservação da memória audiovisual brasileira? Em época de proliferação da informação e da opinião através da internet e das redes sociais, qual o papel da crítica para discutir as questões profundas da cultura cinematográfica hoje? De que modo a pesquisa comparativa entre textos e filmes, no caso de críticos-realizadores, pode apontar as suas escolhas e preferências estéticas? Pensada como forma de recepção, quais os desafios teórico-metodológicos para pensar a relação entre obra e crítica?

Esclarecemos que o tema é indicativo mas não exclusivo para proposição de trabalhos e/ou mesas temáticas.


As inscrições deverão ser escolhidas entre as QUATRO CATEGORIAS, cada qual com as seguintes exigências:

1. Comunicações Individuais: Propostas de mestres, doutorandos e/ou doutores contendo título (até 70 caracteres), resumo expandido (de até 4000 caracteres com espaço), resumo (500 caracteres), bibliografia (1000 caracteres) e mini-currículo (500 caracteres). As apresentações orais podem ter até 20 minutos cada.

2. Seminários Temáticos: As propostas de mestrandos, mestres, doutorandos e/ou doutores para apresentações individuais em Seminários Temáticos devem ser feitas indicando diretamente o seminário escolhido e conter: título (até 70 caracteres), resumo expandido (de até 4000 caracteres com espaço), resumo (500 caracteres), bibliografia (1000 caracteres) e mini-currículo (500 caracteres). Os resumos dos Seminários Temáticos em vigor encontram-se disponíveis no site da Socine. As apresentações orais podem ter até 20 minutos cada.
Importante: trabalhos aprovados mas não arrolados nas sessões dos Seminários Temáticos (que estão limitados a 18 trabalhos no total) serão deslocados para outras categorias de acordo com o pré-requisito de titulação do proponente: mestrandos serão deslocados para painéis; mestres, doutorandos e doutores serão deslocados para sessões de trabalhos individuais.

3. Mesas Temáticas pré-constituídas: As mesas devem conter 3 participantes, sendo pelo menos dois doutores de duas instituições de ensino superior diferentes e o terceiro membro pode ser mestre, doutorando e/ou doutor, sem que nenhum dos membros tenham relação de orientação em andamento. As propostas de Mesas Temáticas devem conter: título (até 70 caracteres), resumo da proposta da mesa, a cargo do coordenador da mesa (até 1000 caracteres); resumo expandido (até 4000 caracteres com espaço) e resumo (500 caracteres) de cada proposta individual de comunicação integrante da mesa, bibliografia (1000 caracteres) e mini-currículo (500 caracteres) para cada um dos participantes da mesa. As apresentações orais podem ter até 20 minutos cada.
A inscrição das apresentações de trabalhos integrantes da mesa deverá ser realizada individualmente (seguindo o modelo estabelecido para comunicações individuaispor cada um dos três componentes da mesa, inclusive pelo coordenador, em momento posterior à inscrição da mesa.

4. Painéis: espaço para mestrandos com apresentações orais de 10 minutos cada. As propostas devem conter:  título (até 70 caracteres), resumo expandido (de até 4000 caracteres com espaço), resumo (500 caracteres), bibliografia (1000 caracteres) e mini-currículo (500 caracteres).


O cadastramento e a inscrição para o XXI Encontro da SOCINE estão sendo efetuados em três etapas, descritas a seguir:

ETAPA 1 – Recadastramento eletrônico de sócias/sócios e pagamento da anuidade. O boleto será gerado na área do associado do website. O pagamento é obrigatório para a segunda etapa (inscrições). Estrangeiros devem contatar a secretaria por e-mail para informações sobre pagamento da anuidade.

  • Período de pagamento da anuidade: de 1 a 24 de março.
  • Valor da anuidade: R$180,00 (R$90,00 para  estudantes).

O pagamento da anuidade é imprescindível para a realização da inscrição e submissão de propostas para o próximo encontro, por isso as duas etapas não poderão ser feitas no mesmo dia (é preciso esperar pelo menos três dias úteis para a compensação do banco e liberação do site). 

ETAPA 2 – Inscrição eletrônica das propostas, apenas pelo site (www.socine.org.br) e apenas uma inscrição por autor, inclusive no caso de co-autoria.

  • Período de inscrições: de 5 a 31 de março.

Lembramos que NÃO SERÃO ACEITAS inscrições enviadas por email, apenas aquelas submetidas através do site.

ETAPA 3 – Pagamento da taxa de inscrição no encontro. O boleto será gerado na área do associado do website. Estrangeiros devem contatar a secretaria por e-mail para informações sobre pagamento da inscrição.

  • Período de pagamento das inscrições:
    • Primeiro prazo: de 5 a 26 de junho, no valor de R$180,00 (R$90,00 para estudantes);
    • Segundo prazo: de 27 de junho a 17 de julho, no valor de R$210,00 (R$105,00 para estudantes);
    • Prazo final: de 18 de julho a 7 de agosto, no valor de R$250,00 (R$125,00 para estudantes).

Quaisquer dúvidas ou dificuldades devem ser encaminhadas diretamente ao e-mail da secretaria: socine@socine.org.br

Atenciosamente,

A Diretoria

ABOUT AUTHOR
webgussen